Geektrip: Espanha - Parte 1 - A viagem!

terça-feira, agosto 07, 2018

Hello Sweeties! Mais uma vez estou aqui me desculpando pelo meu sumiço extreme, dessa vez até da página do Facebook, mas confesso meus amigos: a vida não tem sido fácil pra ninguém... Talvez um dia pare pra falar só sobre isso, quando a gente fica tão saturado de problemas que não consegue mais sentir prazer ou vontade de fazer nada, mesmo que seja algo que você ama... Enfim, nesse meio tempo fui a ESPANHA! Sim, realizei meu sonho de conhecer, mesmo que seja só um pedacinho, a Europa! No caso, fui ainda para apresentar trabalho em um Congresso Internacional, o que é (até agora o ápice da minha vida acadêmica).
Antes de lá... O pesadelo de viagem... Porque comigo é assim, não existe nada bom que não seja acompanhado de uma série de acontecimentos bizarros!

Pra cada coisa maneira que acontece, vem seguida desse cenário kkkkkk

Bom, como estive em três lugares diferentes e que quero falar com calma, vou dividir os posts em 3 partes, e nesse meio vou dando dicas e aconselhando com relação aos perrengues que passei kkkkk.

1. Antes da viagem... O pesadelo!

Naquele que era pra ser o dia mais feliz, uma realização de um sonho de infância, o que podia dar errado? TUDO! Começou aqui em Curitiba, ao me deparar com um caos na fila da empresa aérea que iria viajar (começa com L de Latam sabe...), era um cenário bizarro, com times de futebol infantil, magistrados e grupos de viagem pra Disney. Resumindo: meu voo que deveria sair as 14:10 só decolou as 16:30, graças também ao Overbooking praticado naquele voo... Povo querendo enfiar 300 pessoas em um aviãozinho pra se livrar dos problemas. Ao chegar em Guarulhos... Surpresa! Perdi meu voo! Como iria com a Air China, peguei a papelada comprovando o atraso, e comecei a maratona de escritórios. Primeiro no da Air China, onde fui informada que o próximo voo seria no domingo (era quinta feira), e lá fui eu (no pique de maratonista) de volta pra Latam pra me garantirem uma ida no mesmo dia pra Espanha. Meus amigos, depois de ficar das 18h as 21h em pé no guichê... Consegui enfim entrar na área de embarque!

Depois de 3h em pé no guichê, enfim pude trocar de sapato (acredita que a loka tinha ido de salto!) e descansar esperando o voo, que sairia as 23h30



2. O voo para Madrid

Bom, inesperadamente agora estava dentro de um voo da Latam. Então vamos falar disso né?! Enfim, a viagem entre SP e Madrid é de 9h horas, mas é um voo direto sem paradas. A aeronave, ao meu ver, já era velha de guerra, dava pra ver que o plástico chega era encardidinho com o tempo, exceto as TVs. Falando em TV, esse é um lado positivo da Latam: eles tem um acervo muito bom de filmes e séries, consegui ver (e viciar) quase toda a primeira temporada de Brooklyn Nine-Nine (eu tenho problemas pra dormir, isso não é culpa deles kkkk). As refeições oferecidas no voo são duas: o jantar, com três opções de menu. No caso escolhi a massa: nhoque... Que erro meu, acho que foi o pior nhoque que já comi, acompanhado de uma salada (alface e tomate) e uma barrinha de chocolate. A minha sorte é que antes de embarcar havia ganhado um Voucher de comida por estar muito tempo esperando no aeroporto, então tinha na bolsa ainda um lanche para o intervalo entre as refeições. Então fica essa dica: se for viajar numa viagem longa, compre um lanchinho no aeroporto, porque dentro da aeronave tem um intervalo grande entre refeições e se você não for do tipo que dorme igual pedra, vai precisar fazer uma boquinha... E vai por mim, não vai querer pagar o preço de um lancinho dentro da aeronave. No café da manhã foram oferecidas duas opções: doce e salgada. Eu preferi por um sanduíche de queijo e presunto, acompanhado de um bolinho.



Com relação as bebidas é mais tranquilo, no voo é oferecido refrigerante, água, suco, café, cerveja e vinho, e caso você queira mais, é só solicitar ax comissárix. Ah, dica número 2: viaje na fileira da janela, mas não na janela, porque imagina no meio da noite você pedindo pra passar por cima de duas pessoas... Compre assento no corredor, ou no meio... Evita a dor de cabeça, já que é bom que você se levante durante o voo e mexa as pernas para evitar uma trombose!

Pelo bem de sua saúde, levante-se, ande um pouquinho... kkkkk



3. Chegando a Madrid

Bom, aterrissei no aeroporto de Madrid, o Barajas, e foi bem tranquilo. Lá é enorme, mas bem sinalizado. Após sair da aeronave, você faz uma caminhada básica, pega um metrô, e chega ao guichê da polícia. Lá é bem tranquilo também, só me pediram papéis que comprovassem onde eu estaria hospedada e a passagem de volta, aí deram aquela carimbada que a gente sonha, a entrada no país sem problemas!!!!

Quando o cara carimba, sai logo aquele suspiro de alívio kkkkk

Mas... Vocês pensaram que agora já tinha acabado tudo, agora tô na Espanha, tô susse? ACHOU ERRADO OTÁRIO! Minha mala foi extraviada... Aí já viu né, quando se é blogueira, involuntariamente a gente faz as malas montando os looks pra ficar diva nas fotos que vai postar nas redes sociais... E agora? Agora meus queridos, era ir pra cidade do evento, Salamanca, só com a mala de mão, que tinha uma blusa, duas calças e um sapato (sim, havia esquecido de colocar na bagagem de mão pelo menos uma calcinha)!

Nem tudo são flores... E parecia que o "universo conspirava" pra quebrar o meu espírito...

Enfim, no próximo capítulo (rs) vou falar sobre Salamanca! E contar a saga da mala perdida...


  • Share:

Você pode gostar de:

0 comentários