Porque amar Miss Fisher Murder Misteries?

sexta-feira, novembro 03, 2017

Hello sweeties! Hoje estou afim de falar de uma série a qual devorei (Thanks Netflix) e tenho necessidade de gritar aos quatro ventos sobre: Miss Fisher Murder Misteries! Gente, é sério, tá pra aparecer uma série com uma protagonista mais da hora do que esssa!!! Mas vamos começar do começo ne?



Bom, Miss Fisher Murder Misteries é uma série australiana, baseada nos livros The Phryne Fisher Murder Mystery Series da escritora Kerry Greenwood (diga-se de passagem, queremos esses livros publicados no Brasil!), conta as aventuras de Phryne Fisher, uma mulher à frente de seu tempo, que tem por profissão solucionar mistérios e crimes em Melbourne nos anos 20.
Em tempos que tanto se discute sobre o empoderamento feminino, essa série com certeza é um must have, pois tem como heroína uma mulher que se recusou a viver como era esperado de uma mulher e tomou as rédeas de sua vida. Uma herdeira que passou muitos anos fora da Austrália e poderia muito bem voltar e viver uma vida de "patricinha" melindrosa, mas preferiu se consolidar como detetive amadora, solucionando casos bem interessantes. Além disto, que já tornaria a personagem exemplar, vemos ao longo das temporadas seu comprometimento em melhorar o papel da mulher na sociedade, sempre ajudando ligas femininas, clubes automobilísticos de mulheres e até mesmo sua assistente Dot, para ter voz e independência. Outro detalhe que acho digno de mencionar sobre a Phryne: ela não é uma menininha, é uma mulher experiente, que passou por muita coisa, incluindo uma guerra... E não perdeu o pique! Continua uma pessoa ativa, solteira convicta, alegre, com uma arma na bolsa e uma adaga na cinta liga!



Pode parecer meio piegas esse lance de resolver crimes, afinal, já existem uma pancada de séries nesse formato, sem contar que é difícil depois de assistir tantas do gênero e não perceber uma certa previsibilidade nos casos. Não com Miss Fisher! A série pode não ser de Hollywood ou BBC, mas não fica atrás com histórias envolventes e com vários plot twists, sempre conseguindo fazer surpresa de quem é o vilão do episódio.


Os personagens da trama, amigos e parceiros também são ótimos: Hugh, o policial meio desajeitado e namorado de Dot, a assistente de Phryne, que começa tímida e recatada, mas com sua tutela, ganha força, voz e independência. Mac, uma das melhores amigas, uma médica assumidamente gay, que trouxe de forma discreta mas objetiva temas como aborto ilegal e desigualdade no local de trabalho. E, não posso esquecer... Do Jack, o inspetor de polícia que é constantemente interrompido (e ajudado) por Phryne nos crimes. A química que rola entre os dois é sensacional, um casal que sem dúvida foge dos padrões das telinhas e telonas. A gente sempre fica nesse ship eterno!


Pra finalizar... Que guarda roupa poderoso que a Phryne Fisher tem!!! Gente, só queria ter a metade de roupas e chapéus divinos que ela desfila na série, é um espetáculo... Com certeza uma das protagonistas mais bem vestidas que já vi! Cheio de kimonos, chapéus cloche, broches e pantalonas, o estilo Miss Fisher não é nem um pouco datado, cheio de referências bem modernas e atemorais.


Enfim, Miss Fisher Murder Misteries é uma série inteligente, elegante, engraçada, feminista... É muita coisa que vale a pena conferir! E todas as temporadas estão disponíveis no Netflix! Ah! Não pensem que terminou aí, a série pretende voltar em uma trilogia de filmes... Então, é colocar na listinha, começar a ver e esperar os longas!
Espero que tenham curtido o post e... Até a próxima!


  • Share:

Você pode gostar de:

0 comentários