Filmes errados (historicamente) que a gente ama!

sábado, fevereiro 18, 2017



Olá sweeties! Hoje eu venho falar um tema que sempre foi uma piada e meio que uma competição entre estudantes de história e nerds fãs de história: filmes que são até bons, famosos, até com Oscar de melhor filme... Mas que são filmes com cada derrapada histórica que é pra fazer qualquer historiador chorar no cinema

Pessoal que curte história e vai no cinema ver filme épico geralmente é assim...

Bom, é lógico que existem filmes que não tem nenhum propósito de ser historicamente apurado, como Bastardos Inglórios, e também é claro que todo roteirista e diretor toma certas liberdades poéticas para tornar a história mais emocionante nas telonas... Mas mesmo assim, tem umas coisas que realmente não descem! Entretanto, a gente ama esses filmes mesmo sendo zuados. Então, fiz uma lista com 4 filmes que são bem famosos e populares (e eu amo), mas que tem cada erro de doer...Vamos a eles?

1. Coração valente

Não podia começar essa lista por outro filme, porque, é um filme consagrado com a estatueta de Melhor filme (aliás, tem 5 estatuetas!!!) mas... É cada derrapada histórica que é de chorar! Pra quem não conhece, Coração Valente é um filme de 1995 que trás a história do lendário guerreiro escocês William Wallace, herói do século XIII. É até difícil enumerar tantos erros, mas vamos lá:
- No filme, a esposa de Wallace é assassinada pelos ingleses por ter recusado ao senhor da terra o direito da primae noctis (os nobres e oficiais teriam por direito tirar a virgindade da noiva em seu casamento). Só que o rei Edward I nunca instituiu tal recurso. Na verdade, apesar de se conhecer essa lei, não há registro em nenhum lugar que tenha sido realmente usada, seria mais uma ameaça pra população em geral.
- O filme retrata a Batalha de Stirling bridge, mas em momento nenhum é mostrada ou pelo menos citada a ponte! Sendo que a batalha foi JUSTAMENTE para tomar a ponte
- Durante o filme, é mostrada várias vezes gaitas de fole escocesas, mas o som da trilha são de gaitas de fole irlandesas. Aliás, toda a trilha sonora é feita com a gaita irlandesa, embora o filme se passe na Escócia né...
- Outra coisa que dói é que no filme todos os guerreiros escoceses usam kilts no campo de batalha, só que tal peça de roupa só foi incorporada pelos highlanders no século XVI (lembrando que o filme se passa no século XIII)
- No filme, William tem um caso amoroso com a princesa Isabelle, e tem um filho com ela, que viria a ser Edward III. Só que Isabelle só entrou para a família real em 1308, três anos após a morte de Wallace, e Edward III nasceu 7 anos após isso! Nem Chico Xavier explica essa! Outro lance desse romance impossível é que Willian e Isabelle teriam se conhecido e se apaixonado durante a Batalha de Falkirk, mas a princesa nessa época tinha 3 anos de idade!!!



2. O último samurai

Esse é um filme que vi milhares de vezes, porque tinha aquele quesito mostrar uma cultura exótica e milenar chocando com o mundo ocidental. O último samurai traz a história do Capitão Nathan Algren, um veterano da guerra civil, que recebe um convite de seu ex comandante para treinar o recém criado exército imperial japonês, mas batendo de frente com os samurais. Vamos aos erros:
- Realmente os japoneses contratavam estrangeiros pra treinar o seu exército aos moldes ocidentais, mas não eram americanos. Em sua maioria eram franceses e alemães, que eram referência de exército top de linha da época
- O personagem Katsumoto foi inspirado em Saigo Takamori, político e um dos mais influentes samurais da história japonesa. No filme, ele é morto por outra pessoa mas, na vida real, ele cometeu suicídio após ter sido derrotado em batalha
- Pouco provável que um soldado reformado da guerra civil aprendesse ou soubesse empunhar uma Katana com propriedade... Mas era o Tom Cruise né kkkkk



3. Gladiador

Não tem dúvida de que esse filme é sensacional (é um dos meus favoritos!), sucesso de crítica e também consagrado com o Oscar de melhor filme... Mas existe uma máxima: quando mais antigo o período histórico que Hollywood se propõe a retratar, maiores as chances de derrapadas! E esse filme não escapa:
- Balistas e catapultas não eram usados em batalhas de campo aberto, como aparece no início do filme. Tais equipamentos eram usados para sitiar cidades, pra destruir muralhas das fortificações por exemplo, afinal, eram equipamentos muito grandes  e pesados para serem levados pra qualquer canto
- No filme, os oficiais gritam "fogo"para os soldados com arcos e flechas, expressão que nem existia na época. Tal expressão surgiu com o uso de armas de fogo.
- O filme mostra o governo de Commodus (Joaquim Phoenix) como um período de 2 anos, sendo que seu governo durou 12 anos.
- Marcus Aurelius não baniu as lutas de gladiadores, muito pelo contrário, incentivou durante seu governo, pra manter a população distraída já que a economia não andava muito bem das pernas.
- O próprio Maximus, campeão do povo e pesadelo de Commodus, nunca existiu. É provavel que o personagem tenha sido criado com a mistura de várias figuras reais, como Taruttienus, comandante das forças romanas contra as tribos germânicas em 179, Narcissus, lutador romano que realmente matou Commodus, ou até mesmo Spartacus, escravo trácio que se tornou gladiador, se rebelou contra Roma, liderou um exército de escravos e conseguiu várias vitórias contra os romanos.
- No filme tem vários erros crassos de latim. Alguns nomes ditos em latim, na verdade estão em italiano, como Proximo, que deveria ser Proximus. Houve também palavras que apareceram com mistura de italiano e latim, como "LUDUS MAGNUS GLADIATORES", que no latim 100% seria "LUDUS MAGNUS GLADIATORUM"... Isso até passaria batido né, mas estamos falando de uma super produção aclamada pela crítica!
- Commodus não morreu na arena como é mostrado no filme, apesar de ter sido morto por um lutador. Na verdade a morte dele foi uma daquelas conspirações típicas da história romana: ele foi envenenado pela amante, mas ele vomitou e expeliu todo o veneno... Daí, vendo que o veneno não deu certo, enviaram Narcissus, treinador de lutas, que o estrangulou durante o banho
- No filme, aparecem cenas em que os soldados e gladiadores estão calçando sandálias com sola de borracha




4. Memórias de uma gueixa

Esse é um dos filmes que chega está com o CD arranhado de tanto que já vi... Mas tenho que reconhecer quando um filme tem muitos errinhos. Memórias de uma Gueixa é um filme de 2005, dirigido por Rob Marshall. Em 1929, Chiyo é uma menina pobre vendida a uma casa de gueixas, na cidade japonesa de Kyoto. Logo, ela começa a ser maltratada pelos donos e também pela principal gueixa, Hatsumomo, invejosa de sua beleza natural e de seus olhos azuis. Até que Chiyo é acolhida pela maior rival de Hatsumomo, Mameha, que pretende a transformar na mior gueixa de todos os tempos. Bom, é difícil "falar mal" de um filme tão querido, mas vamos lá:
- As gueixas são um dos maiores símbolos da cultura japonesa... Entretanto o filme é estrelado por atrizes chinesas desempenhando o papel de gueixa. Nem preciso dizer a treta que deu na época do lançamento por conta disso...
- No filme, as gueixas são retratadas como prostitutas de luxo. Entretanto, gueixas nunca passavam do "flerte" com os clientes. Na verdade, é bem difícil definir com algum paralelo conhecido na nossa cultura ocidental as gueixas, mas com certeza elas estavam longe desse papel de prostituta ou concubina. As prostitutas da sociedade japonesa tem outro nome, são as Oirans.
- A dança da Sayuri, lindíssima, nada tem a ver com a época que foi retratada. Ela usa um figurino Kabuki e faz uma dança Butoh, ambos contemporâneos e que só surgiram na década de 70, além disso ela usa sandálias muito altas que são típicas de Oirans, ou seja, uma mistureba anacrônica que só...
- O filme todo ser em língua inglesa também pode se considerar um grande erro porque, para os que conhecem a cultura japonesa, sabem que muito do sentido e compreensão do que eles são depende da língua deles. A forma de se falar o japonês, a entonação e até as expressões são usadas pra diferenciar as pessoas e quando se substitui isso pelo inglês, perde muuuuuuuuuuita coisa
- Os decotes tanto na frente quanto nas costas dos Kimonos das gueixas também são mais características das Oirans do que delas.


Bom, espero que tenham curtido o post e... Até a próxima!

  • Share:

Você pode gostar de:

15 comentários

  1. Olá, tudo bem? Sou apaixonada por historia e filmes épicos. Adorei o post, pois geralmente alguns erros passam despercebidos e é legal descobri-los. Da sua lista, um que assisti e amei foi Memórias de uma Gueixa, deu até vontade de assistir de novo.

    Tchauzinho e até logo
    http://www.meioassimetrica.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Letícia, Amo Memórias de uma gueixa... É um filme lindo demais, mesmo com todos os errinhos rsrsrs

      bjs e obrigada pela visita <3

      Excluir
  2. Poxa, que interessante! Fiquei de cara com alguns erros crassos, como os de Coração Valente. Agora muito dos aspectos do filme "Gladiador" eu acho que têm mais a ver com liberdade artística do que erros, de fato, como o assassinato do César na arena, por exemplo. Acho que não foram bem erros, mas sim uma adaptação ou romantização mesmo.
    Quanto a Memórias de uma gueixa, não lembro muito no filme, mas li o livro. Ele foi escrito por um especialista em História japonesa e ele deixa bem claro que as gueixas não eram prostitutas, mas que elas poderiam, sim, se relacionar com homens como trabalho, como no caso da "venda" da virgindade - seria uma prática comum das gueixas, segundo o autor. :)
    Amei o post! Já estou esperando uma segunda edição! hahaha

    Beijos

    www.devaneiosvintage.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabriela, também acredito que muitos "errinhos" de Gladiador tenham sido mais para melhorar a adaptação para as telonas... Também li o livro Memórias de uma gueixa, é um livro maravilhosos aliás... Mas temos que concordar que na adaptação para as telonas eles deram uma derrapadas, mas até entendo que fica difícil explicar algo tão complexo em um filme... Talvez, ao invés de fazer filme, deveria ter sido feito em formato de série

      Excluir
  3. Nossa adorei esse post!!! Sempre penso nesses erros históricos e cada coisa absurda!
    Nesse da Gueixa foi realmente cômico, eu também amo, até pq a própria Zhang Ziyi parece muito comigo e eu sou japa! hahah mas concordo que sempre teve treta entre japa e china... mas já que o filme todo está tão deturpado hahah deixa né!
    bjs
    Patty Lye
    Blog Patty Lye | Canal Patty Lye | Instagram

    ResponderExcluir
  4. Nunca assisti nenhum desses filmes! Mas com certeza Memórias de uma gueixa entraram para a minha lista haha! É realmente uma pena esses erros pois estou assistindo a série vikings e não vi nenhum erro até agr! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Manoela, AMO Vikings, mas lá tem muito "erro", mas tudo bem aceitável, porque não é uma série que tem por objetivo representar com precisão quem eram os vikings... Eles são muito bons na caracterização, a série é baseada em textos da época viking, mas, por exemplo, o Ragnar não fez metade das coisas que aparecem na série (um exemplo é que ele nunca pisou na Inglaterra), mas o personagem é uma mistura de outros heróis da época...

      Excluir
  5. Que post diferente! Adorei a ideia! Filmes épicos e históricos sempre estão entre os meus favoritos, mas eu sempre pensei e comentei com amigos sobre essas distorções ou emissões de fatos super importantes no desenrolar dos enredos, mas ainda assim a gente não consegue deixar de amanha, né?
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Nossaaa, eu assisti Gladiador e não esperava por tanta "derrapada histórica", como você diz. O ruim é que a gente vê a forma como as coisas são retratadas e acaba acreditando, né? Hahaha
    Adorei o post! Beijosss

    www.madamices.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabriella! Mesmo com tantos errinhos, Gladiador ainda é um filme sensacional... Mas a gente sempre tem que desconfiar de filmes de época, mas eles tem o mérito de fazer a gente ter curiosidade pela história real...

      Excluir
  7. Olá! Muito boa a resenha! Realmente eu já havia percebido alguns errinhos no Memória de Uma Gueixa, coisas que podem parecer bestas, mas para quem conhece História faz toda diferença. No Último Samurai também achava um absurdo o Tom Cruise ser tão bom com a katana kkkkkkkk Meu marido falou que no Coração Valente também tinham vários erros, e confere com tudo que você falou. Enfim, o importante é curtir o filme, mesmo com alguns desvios destes hehhehehe Abraços e sucesso!!

    www.pandapixels.com.br

    ResponderExcluir
  8. Adorei seu post! tá bem completo e muito, muuito bom.
    Gostaria de frisar sobre o filme Coração Valente. a batalha pela ponte realmente me faz sentir umas coceiras e vontade de esganar o roteirista ou o autor, mas achei que fosse só eu que tivesse tal implicancia hahah
    Anne Schuler

    ResponderExcluir
  9. Amei o seu post. Nunca tinha parado para prestar atenção nesses erros, mas a do Tom Cruise realmente é bem tensa, um americano lidando tão bem com uma katana rsrs
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. O único filme que eu não vi foi o último samurai, fora ele já vi todos os outros e sou super fã. Não sei porque eu sempre gostei dessa coisa de queixa, mas quando vi o filme fiquei meio horrorizada com a situação delas, mesmo você falando aqui no post que são erros. De fato o cinema gosta muito de acrescentar coisas que não existem pra talvez ser mais atrativo, não sei rs. Também tem erros com biologia, por exemplo no filme "Bee Movie" onde os zangões também trabalham na colmeia ou que possuem ferrão e permanecem vivos mesmo quando "atacam" alguém haha.

    beijos,
    deloucostodossomosumpouco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Post diferente muitoo bom,nunca parei pra pensar nesses erros haha' muito legal
    Ameii!!Sucesso

    www.garotaincomum.com

    ResponderExcluir