#TAG: Cinco filmes, uma década - anos 20!

quinta-feira, agosto 13, 2015

Hello Sweeties! Como já é tradição do nosso querido grupo Vintage & Retrô bloggers, estou aqui para responder mais uma tag, uma das que mais gostei... E que demorei mais para responder: 5 filmes da década favorita, tema sugerido pela Fernanda Lange. É claro que escolhi...



Como é de conhecimento desde os tempos em que o blog se chamava Golden Girl, minha década favorita é os loucos anos 20, ou Roaring Twenties, década que é recheada de clássicos da sétima arte, em grande maioria mudos... Mas que eu amo de paixão. 


1. "It" (1927)
De todos os listados, esse é um dos meus queridinhos, pois foi nele que me apaixonei pela minha diva Clara Bow (não confundir com aquele filme do palhaço!!!). "It" é baseado na novela de Elinor Glyn, onde ela descreve o "it", como algo parecido com o "sex appeal" da pessoa, uma qualidade buscada por muitos, mas possuída por poucos, mais especificamente, pela Clara Bow, a eterna It Girl!

"It" é um que eu considero ser a primeira leitura da "Cinderela moderna", onde a personagem principal, Betty, é uma pobre funcionária de uma enorme loja de departamentos, que acaba se apaixonando pelo seu rico proprietário, o Waltham (Antonio Moreno), que se encanta pelo seu jeito especial, o "it". 

2. Metropolis (1926)
De todos os filmes estrangeiros que já vi, nenhum me encantou tanto como Metropolis, uma verdadeira obra prima do cinema alemão. Desde sua estética expressionista até o seu enredo futurista e atemporal. Com certeza, a maioria dos filmes futuristas como Blade Runner, Minority Report, entre outros, não seriam os mesmos sem a inspiração futurista deste filme de 1926.
A história se passa no ano de 2026, onde Metrópolis é uma cidade grandiosa e mecanizada onde convivem duas classes bem definidas: os ricos, que desfrutam das belezas e fausto da superfície da cidade, e os operários, que vivem num mundo subterrâneo, abaixo do nível das máquinas. Freder Fredersen (Gustav Frohlich), um rico alienado, vive sem tomar conhecimento do que acontece nos subterrâneos, até que, um dia, aparece no “Jardim dos Prazeres” – uma das áreas da cidade destinada à elite –, uma modesta professora, Maria (Brigitte Helm), que levara os filhos dos operários para conhecerem o “andar de cima” da cidade. Freder apaixona-se por Maria instantaneamente, e isso o leva aos subterrâneos em sua busca. Ao penetrar nesse universo totalmente estranho para ele, Freder se depara com as condições degradantes de seus habitantes e se aterroriza com a situação desses operários em suas relações com as máquinas.

3. The Gold Rush (1925)
Não é possível fazer uma lista decente de filmes que marcaram os anos 20 sem citar Chaplin... E quem seria eu se não amasse pelo menos um filmezinho dele desta década?!?! The gold rush é a marca de seu cinema genial: arte com simplicidade. Imagina transmitir uma mensagem no cinema sem falar uma palavra... Isso é Chaplin! 

Este filme retrata um fato da história norte americana, a descoberta de ouro no estado do Alasca no final do século XIX, que causou um migração maciça de aventureiros para aquelas terras. Errático e sem caminho definido, Carlitos enfrenta grandes perigos, um urso, a fome, a ambição dos colegas aventureiros, e lançando mão de uma criatividade sem igual dribla todos estes obstáculos.

4. Sherlock Jr. (1924)
Assim como é complicado tratar de cinema clássico sem citar Chaplin, é quase um sacrilégio falar de comédia sem citar um de seus maiores gênios: Buster Keaton. Mesmo que você não tenha ouvido falar dele, Keaton é uma referência direta ou indireta a tudo o que você entende por humor hoje em dia, incluindo os filmes do Chaplin! Até hoje, se você assiste um de seus filmes, você tem aquela sensação de atemporalidade, tem algo de "novo" em todos... Sem contar que, mesmo com 80 anos, ainda te faz rir.
Sherlock Jr. conta a história de um pobre projecionista de cinema que sonha em ser detetive. O personagem principal, mesmo durante o horário de trabalho ele perde tempo imerso em livros/manuais que ensinam técnicas de investigação e de dedução. O rapaz está apaixonado por uma moça rica e ambiciosa, um dia após ir a casa dela para cortejá-la ele acaba sendo vitima de uma armação, sendo acusado de roubar um relógio de pulso do pai dela. Ele é expulso de lá e ao voltar para o trabalho no cinema acaba adormecendo na cabine de projeção e sonha que entrou no mundo cinema, onde passa a ser o detetive Sherlock Jr.

5. Safety Last! (1923) 
Mais um grande comediante "esquecido" pela cruel vida dos pseudocinéfilos, que resumem a comédia do cinema clássico a Chaplin. Harold Lloyd foi um gênio de seu tempo, e até hoje podemos ver um pouco de seu estilo na sétima arte, devido a seu grande legado. Com certeza quem assistiu A invenção de Hugo Cabret se deparou com uma célebre cena deste filme que, na minha singela opinião, é o melhor de sua filmografia.

Safety Last traz a história de um homem parte para a cidade grande a fim de vencer na vida para agradar a sua namorada, e começa a trabalhar numa loja de departamentos. Quando ele organiza um concurso para escalar um edifício alto afim de receber 1000 dólares de seu gerente, ele mesmo acaba indo parar à beira da morte.




Well... Espero que tenham curtido a minha lista... E até o próximo post!


  • Share:

Você pode gostar de:

4 comentários

  1. Filmes tenha uma semana abençoada
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=EgeQXJjUpSQ
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, preciso muito começar a assistir mais filmes antigos! É uma dessas coisas que eu sinto vontade, mas, por algum motivo inexistente, sempre acabo adiando.
    Adorei a lista! Parecem ser filmes muito interessantes.
    Uma Questão de Estilo

    ResponderExcluir
  3. Adorei as dicas, amo filmes antigos, a forma de atuação e de uma certa forma ingenuidade da época!

    ResponderExcluir
  4. The Gold Rush, sensacional né?! Quem não viu SENHOR, precisa ver agora, clássico e obrigatório! Adorei o TOP década 20 que fez, bem diferente ^^

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir