Vintage cartoons: Pernalonga!

quinta-feira, julho 02, 2015

Hello amigos! Hoje meu post será dedicado a história de um dos personagens que mais marcaram a minha infância e um dos mais icônicos da história dos desenhos animados: Bugs Bunny, ou para nós brasileiros, Pernalonga! !



Criado em um dos períodos mais geniais da história da animação, a verdadeira Era de Ouro vivida por estúdios como Warner Brothers e Disney, Pernalonga foi uma criação de Carl Dalton (mas conhecerá a fama com a reformulação de Tex Avery) e dublado por Mel Blanc, o "homem das mil vozes".
Com o nome de Happy Rabbit, sua primeira aparição se deu no desenho Porky's hare hunt, de 1938, dirigido por Ben Hardaway. Este curta sendo uma "imitação" do desenho de 1937 de Tex Avery Porky's duck hunt, onde pela primeira vez apareceu o personagem Patolino.
Neste desenho o coelho ainda era totalmente diferente do que o Pernalonga viria a ser, em vez de ter o pelo da cor cinza, ele era um coelho branco. Blanc, no processo de criação da personalidade do personagem, resolveu dar um sotaque caipira para o coelho, e também uma risada aguda que não "emplacou", mas que mais tarde foi usada por ele no personagem Pica pau, de Walter Lantz.
Sua primeira aparição como um coelho cinza só veio acontecer em 1939 Hare-um Scare-um, de Hardaway.
A primeira aparição oficial do Pernalonga em um desenho animado, com o nome de "Bugs Bunny" foi no curta The Wild Hare, dirigido por Tex Avery e lançado em 27 de julho de 1940. Foi neste desenho animado que ele disse pela primeira vez o seu famoso bordão "What's up, Doc?"(O Que que há, velhinho?) para o Hortelino. Foi também o primeiro encontro de Pernalonga e Hortelino em suas formas completamente desenvolvidas.

Hortelino e Pernalonga em The Wild Hare (1940)

 Depois de The wild hare, a popularidade do coelho disparou, e, em um contexto extremamente complicado como a Segunda Guerra Mundial, nem um coelho foi poupado do campo de batalha!
Além de estrear desenhos combatendo nazistas e japoneses, a imagem de Pernalonga foi utilizada também para a propaganda de guerra e além de ser estampado em todo qualquer tipo de produto que pudesse ser vendido pela causa... Era um personagem famoso de um dos estúdios de animação mais rentáveis de Hollywood... Sua participação na guerra era algo de honra! (não vou me prolongar nisso senão me empolgo... Afinal esse era o tema de minha monografia hehehe)

Pernalonga fingindo ser Hitler com Herman Göring

Com o fim da Segunda Guerra, Pernalonga ainda era a grande estrela da Warner, e já alcançava o status de Ícone americano, sendo famoso em todo o mundo. 
Na virada da década de 50 para 60 foram lançados os desenhos que até hoje são ícones do personagem: Knighty Kinght bugs (1958),  de Friz Freleng, que levou o Oscar de melhor curta de animação; Rabbit fire, Rabbit seasoning e Duck! Rabbit! Duck, que tornaram atemporais a rivalidade entre Pernalonga e Patolino

"Temporada de coelho. Temporada de pato!"

Mas o que mais se destacou foi What's Opera Doc (1957), onde Pernalonga e Hortelino estrelam a paródica da ópera wagneriana Der ring des Nibelungen. Até hoje a animação é considerada como uma das melhores animações de todos os tempos. Foi considerada de "conteúdo cultural de valor significativo" pela Biblioteca do Congresso e selecionada para preservação pelo National film registry, o primeiro desenho a receber tal honra.

Pernalonga e Hortelino em What's Opera Doc?

Ao longo da década de 60 e 70, Pernalonga participou de vários especiais e séries de desenhos para a televisão, mas nada de muito destaque (é notável que nessas décadas os desenhos que irão se destacar seriam os do Estúdio Hannah-Barbera).
Em 1988 Pernalonga apareceu pela primeira vez em um longa contracenando com personagens reais. Em Uma cilada para Roger Rabbit, Pernalonga foi o pivô de disputas entre os estúdios Warner e Disney, pois, sendo o filme de produção da Disney, a Warner exigiu que o tempo dedicado as aparições do coelho deveriam ser EXATAMENTE iguais as do Mickey. Acabou que em todas as cenas em que um está, o outro foi obrigado a aparecer junto! Foi neste filme também a última vez em que Mel Blanc foi o dublador do Pernalonga.

Pernalonga e Mickey em Uma cilada para Roger Rabbit (1988)

Outros dois sucessos live-action estrelados pelo coelho foram Space Jam: O jogo do século (1996), onde Pernalonga e os Looney Tunes contracenam com o astro da NBA Michael Jordan (um clááááássico da infância!!!). Seu sucesso levou ao Looney Tunes de volta a ação (2003), que foi um verdadeiro sucesso de bilheteria.

Também foi o primeiro aparecimento da Lola Bunny, a namorada do Pernalonga

Hoje em dia ainda há projetos para programas com o Pernalonga, como The Looney Tunes show e os Baby Looney Tunes, mas nada superam aqueles clássicos!!!!!!!!

Bom... Esperam que tenham curtido um pouquinho da história de um dos meus personagens favoritos! E... Até a próxima pessoal!







  • Share:

Você pode gostar de:

1 comentários

  1. Adoro o Pernalonga tbm foi um desenho q marcou minha infância,até chorava quando minha tia não me deixava ver.Muito bacana o post e ver a evolução dele é demais.
    Beijos
    cherrycriis.blogspot.com

    ResponderExcluir