Top 10: segunda guerra no cinema.... mas fora de Hollywood!

quinta-feira, julho 16, 2015

Hello amigos e amigas... Voltando para falar de duas paixões minhas: filmes e Segunda Guerra Mundial. É claro que um dos assuntos favoritos dos alunos nas escolas e dos cineastas hollywoodianos agradam bastante quando se misturam, ou seja, o professor resolve trabalhar em sala de aula filmes como O resgate do Soldado Ryan, O menino do pijama listrado ou até Bastardos Inglórios... Porque não?
Mas uma coisa todos esses filmes tem em comum... São todos "crias" de Hollywood, sempre mostrando aquelas mesmas coisas de alemães são todos nazistas sem exceção ou americanos como os únicos heróis da guerra...
Pois bem, neste post vou listar 10 filmes que saem um pouco desse monopólio hollywoodiano sobre a Segunda Guerra e que também trazem alguns aspectos que a gente não vê muito professor falando... Vamos lá?!?

10. Katyn (2007)

Dirigido por Andrzej Wajda, Katyn é um filme polonês que aborda sobre o massacre promovido pelo exército soviético em 1940 na floresta de Katyn, onde 22.000 oficiais, policiais, intelectuais e professores poloneses foram mortos. O crime ficou como um genocídio nazista até 1990 (SIM, 50 anos depois!), quando Gorbachev reconheceu como crime praticado pela polícia secreta soviética a mando de Stalin...
Para quem vê somente os nazistas como os Bad guys da Segunda Guerra, vale a pena ver esse filme




09. Roma cidade aberta (1945)

Até hoje, esta pérola de Roberto Rossellini é tida como um dos maiores filmes da história do cinema, sendo precursora do neorealismo no cinema italiano. O filme traz a história do período onde Roma é declarado cidade aberta para evitar bombardeios entre 1943 e 1944. O filme é sem dúvida sensacional se, além de todo o seu enredo, levarmos em consideração o seguinte fato: todo o filme é feito em locações reais e com atores amadores!!!




08. Hiroshima meu amor (1959)

Um filme franco-japonês, dirigido por uma mulher, precursor da nouvelle vague... Poderia ter parado somente aqui... Porque só isso, creio eu, deve atiçar a curiosidade para com este filme maravilhoso, que foi além de tudo isso, inovador em várias técnicas, em especial, a do uso do flashback.
O filme se trata de uma história de amor entre uma cineasta francesa que, ao ir ao Japão para fazer um filme sobre a paz, conhece um arquiteto japonês pelo qual se apaixona. O filme explora os aspectos das memórias e dos traumas destes dois sobreviventes - ela da invasão e ocupação nazista a Paris, e ele ao regime ditatorial japonês.




07. Uma mulher contra Hitler (2005)

Um dos grandes focos do cinema estrangeiro sobre a Segunda Guerra é mostrar que existiram figuras que se opuseram ao duro sistema implantado na Alemanha. Este filme traz a história do movimento Rosa Branca, um grupo de jovens universitários apela para a resistência como forma de conter a máquina de guerra nazista, trazendo em destaque a figura da Sophie Scholl, a única mulher do grupo.
Enquanto distribuíam panfletos Sophie e seu irmão Hans são presos. Os dias que se seguem são de intensos interrogatórios conduzidos pelos oficiais da Gestapo, nos quais ela tenta proteger a qualquer custo os membros da organização.




06. Amém (2002)

Um filme que mexe com um assunto até hoje muito delicado: a ligação e conivência do Papa Pio XII e o Vaticano com as atrocidades da Alemanha nazista. Neste loga,  Kurt Gerstein, um oficial da SS empregado do Instituto de Saneamento da SS, designado para um programa de purificação de água e destruição de vermes. Ele fica chocado ao saber que o processo que ele desenvolveu para erradicar tifo usando uma mistura de cianeto de hidrogêneo chamada Zyklon B esta agora sendo usado para matar judeus em campos de exterminio. Gerstein tenta avisar ao Papa Pio XII sobre as camaras de gás, mas fica horrorizado com a falta de resposta que ele recebe da hierarquia católica.




05. A queda: as últimas horas de Hitler (2004)

Dentre todos os filmes de guerra fora do universo hollywoodiano, acho que nenhum se tornou tão famoso e polêmico como dxer Undergang, ou A queda. O filme é um relato sobre como foram os últimos momentos de Adolf Hitler, segundo os relatos reais de sua secretária Traudl Junge, e a biografia escrita pelo renomado historiador Joachim Fest.
O filme recebeu muitos prêmios internacionais, mas gerou grande discussão no fato de que aqueles que sofreram com os 15 anos de regime nazisma se sentiram extremamente ofendidos com uma visão "humanizada" e até certo ponto vitimizada de um dos maiores carrascos da história. Mesmo assim, recomendo muito! Um filme que não se prende aquela forma de que tem que mostrar o vilão como um monstro invencível, mas sim um lunático que realmente acreditava estar fazendo o certo.





04. A vida é Bela! (1998)

Aclamado por Hollywood até hoje, e premiado com um  Oscar em 1999, A vida é bela é o tipo de filme no qual você tem que ver com um fardo de lenços de papel disponíveis.
Roberto Benigni (que dirigiu e estrelou o filme) é o judeu Guido, que vivia na Itália fascista e passa a ser perseguido pelo governo no decurso da guerra. A interpretação de Benigni rendeu a ele o Oscar de melhor ator.




03. Noite e neblina (1955)

Entrando na lista (mesmo sendo documentário), este filme francês não pode ser deixado de fora! Dirigido por Alan Resnais, Nuit et brouillard mostra os campos abandonados de Auschwitz e Majdanek enquanto descreve como era a vida dos prisioneiros nos campos de concentração. O documentário foi feito também com a colaboração do roteirista Jean Cayrol , um sobrevivente do campo de concentração de Mauthausen-Gusen. Até hoje, Noite e neblina é aclamado como um dos melhores documentários já feitos!




02. Unsere Mütter, Unsere Väter (2013)

Para quem gosta de séries sobre a Segunda Guerra, e acha que o gênero se limitou a Band of Brothers e The Pacific, está muito enganado!
Unsere Mütter, Unsere Väter, ou Generation War é uma série alemã que conta a história de cinco amigos que seguem caminhos diferentes na Alemanha nazista durante a Segunda Guerra. A série já promete ser impactante quando você vê que ela teve um dos maiores índices de audiência na Alemanha, sem contar o amplo debate que ela gerou, sobre a humanização daqueles que seriam os "vilões" da história e a banalização de elementos como a perseguição aos judeus. Mesmo assim, é uma série primorosa que super recomendo!




01. Túmulo dos vagalumes (1988)

Não sou do tipo que chora vendo filmes, que dirá animações... Mas confesso que esta animação me fez quase derreter pelos olhos!
Túmulo dos vagalumes traz a trágica história de dois irmãos, Setsuko e Seita, que vivem no Japão durante a época da guerra que, após tornarem-se órfãos por causa do conflito (sua mãe morreu e seu pai está desaparecido), vão parar na casa de parentes. As coisas pioram quando acabam tendo que ir viver em um abrigo no meio do mato.
Quando Setsuko, a irmãzinha caçula, adoece gravemente, seu irmão deve se virar para conseguir ajuda para a menina, mas os tempos são difíceis e mesmo um pouco de comida pode ser difícil encontrar (só de escrever isso já vem lágrimas nos olhos!). Super recomendo!




Bom, espero que tenham curtido o post e até a próxima!






  • Share:

Você pode gostar de:

5 comentários

  1. Filmes de guerra nunca são demais! Simplesmente adoro! E adorei o post tbm!

    E posso fazer uma perguntinha off-topic? Percebi a tríade no fundo do blog. Vc gosta de 30 Seconds To Mars?

    Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo 30 seconds rsrsrs! Quando achei esse background sabia que ia combinar certinho com o blog rsrs

      Excluir
    2. Amo 30 seconds rsrsrs! Quando achei esse background sabia que ia combinar certinho com o blog rsrs

      Excluir
    3. Amo 30 seconds rsrsrs! Quando achei esse background sabia que ia combinar certinho com o blog rsrs

      Excluir
    4. Ain, eu tbm amo eles <3 ficou lindo o background! Doctor Who, Sailor Moon, Adventure Time, 30STM, tudo junto e misturado. Amo muito!

      Excluir