Entrevista: Jessica (Blog Chronically vintage)

quarta-feira, junho 04, 2014



É com uma infinita honra que trago para vocês uma entrevista com a dona de um dos blogs que mais admiro... Creio que é o blog estrangeiro referência se tratando do mundo vintage. Jessica Cangiano, além de ser a dona do blog Chronically vintage (LINK AQUI!) e recentemente da loja online de mesmo nome (LINK AQUI!), é uma das blogueiras mais simpáticas e carinhosas que já tive a oportunidade de conhecer (mesmo que só pela internet). Uma verdadeira lição para nós da blogsfera brazuca!
Enfim, nesta pequena entrevista a gente irá conhecer um pouco mais dessa verdadeira vintage queen canadense!

1 - Nome, idade, cidade, País


Meu nome é Jessica Cangiano (para os mais próximos e queridos, "Jess" ou "Essie"). Tenho 29 anos de
idade, em breve 30 (em julho). Resido na linda cidade Penticton, na Columbia britânica, Canadá, junto com o meu querido marido (nascido na Itália) e nossos dois bichinhos (Annie, uma american bullador de um ano e meio, e Stella, uma gata malhada de seis anos.


2. Como começou seu interesse pelo retro/vintage?

Não existe um momento em minha vida no qual eu não me lembre de ser fascinada por história e moda vintage. Minha vó paterna ama a história de como, quando eu tinha somente dois anos de idade, eu me deleitava vendo o album de fotos da familia dela debaixo da estante. Ao invés de arrancar as fotos ou pior, destruí-las, como muitas crianças tendem a fazer, eu ficava foleando as páginas por horas, quase hipnotizada pelos rostos em preto e branco que me encaravam e perguntando para a minha (muito paciente) avó perguntas e mais perguntas sobre as pessoas naquelas fotos antigas da família.
Quando fiquei um pouco mais velha, muitos filmes, livros, experiências e encontros foram concretizando o meu amor pelo passado e eu sabia que um dia, quando eu fosse adulta, mesmo que eu não conhecesse ninguém que fazia isso, eu iria vestir a moda de 1940 e dos anos 50, porque essas decadas falavam comigo fortemente, mesmo eu sendo muito nova.
Quando eu tinha 15 anos, meus pais começaram a me deixar comprar as minhas roupas e vestidos do jeito que eu quisesse. Eu comecei a visitar os brechós locais sempre que eu podia por conta do dinheiro que eu ganhava de babá. Ia comprar coisas como camisolas por $2, saias xadrez dos anos 40 por $3 e acessórios por alguns centavos. Aquela paz gloriosa, fácil de ser encontrada em bechós vintage sujos e baratos aqui no Canadá (ou em qualquer outro lugar) ficou para trás agora, infelizmente, mas eu amo visitar brechós, vendas de quintal, mercado de pulgas, lojas vintage (que infelizmente não tem uma sequer em minha cidade), bazares, feiras de trocas, leilões, vendas de imóveis... Qualquer coisa ligada ao meio que eu tenha chance de
ir.

Eu venho vestindo a moda vintage por boa parte da minha vida, blogando sobre essa minha imensa paixão desde 2009 e, justamente nesse ano, em maio, abri minha loja vintage no Etsy (LINK AQUI!!!). Adoro achar novas maneiras de preencher a minha vida, dar sustento e, é claro, aumentar meu guarda roupa com a beleza vintage. Minha loja vintage é agora uma nova via maravilhosa para eu fazer isso (além de fornecer para as pessoas a oportunidade de acesso a achados realmente maravilhosos que se encontra aqui na Columbia britânica, Canadá). 

3 - Qual é a sua década favorita?

Para mim é um empate entre as décadas de 40 e 50. Me sinto atraída  e influenciada especialmente pelo
icônico New Look da Dior, e sou louca pela moda entre 1947 e 1957 na qual eu me baseio baseado bastante. Embora não na totalidade, meu guarda roupa é quase todo baseado na moda deste período.

4 -  Você veste a moda retrô/vintage no seu dia a dia?

A resposta rápida para esta pergunta é "sim"! Eu visto uma mistura do genuinamente vintage, reproduções, acessórios, sapatos e jóias, bem como penteados e maquiagem em pelo menos uns 95% do tempo. É muito raro eu sair de casa sem que meu look não tenha uma vibe vintage nele. Eu me sinto à vontade com a moda dos anos 40 e 50. A maioria se adequa ao meu corpo cheio de curvas. Tenho que usar essa moda porque, se não uso, não me sinto estranhamente deslocada (assim como as pessoas que não se vestem assim devam se sentir quando vestem a moda da metade do século passado). Meu guarda roupa vintage é meu guarda roupa!

5 - Quais são os seus filmes favoritos?

Oh, pergunta difícil... Há tantos filmes!!! Cinco dos meus favoritos são O pianista (2002), O ilusionista
(2006), A doce vida (1960), Os caçadores de tesouros (2014), Uma equipe muito especial (1992) - Sendo este último o que realmente me ajudou a consolidar minha paixão pelos anos 40 em mim quando era criança.

6 - Você gosta de musica vintage? Quais são as suas bandas favoritas?

Muito! Eu adoro musica em geral e amo escutar artistas modernos e vintage, o mesmo para bandas. Como a maioria das coisas da minha vida, tenho um gosto bem eclético e dezenas de favoritos. Alguns dos meus artistas e bandas favoritos de todos os tempos incuem Frank Sinatra, Cab Calloway, The Andrews Sisters, Dean Martin, Elvis Presley, The Beatles, Bob Dylan, Journey, Creedence Clearwater Revival, Eric Clapton, Aerosmith, Bryan Adams, entre outros.

7 - Como é o cenário vintage em seu país? É um grupo grande ou pequeno de adeptos?

Apesar do fato de, geograficamente falando, o Canadá ser o segundo maior país do mundo e possui uma população de aproximadamente 34 milhões de pessoas... De modo geral... O cenário vintage aqui é muito pequeno.
É certo que em grandes cidades como Vancouver, Edmonton, Toronto e Montreal, há concentrações de adeptos, que podem se reunir e fazer vários eventos. Nesses lugares, sempre há feiras e exposições anuais de roupas vintage. Mas, na maioria, nós que realmente amamos o estilo vintage (vestir, blogar sobre, etc.) estamos bem espalhados, sendo que é muito difícil achar mais de um vivendo na mesma região. Eu sou a única adepta da moda vintage de meados do século passado (e blogueira) da minha cidade e suspeito que de toda a minha região e província. Posso me sentir sozinha às vezes, mas sou abençoada por fazer parte de
uma grande comunidade vintage online e ter toneladas de amigos ao redor do mundo, como você querida, para me fazer compania a nível virtual.

8 - Quais são seus blogs favoritos?

São blogs demais para se contar! Para alguns dos meus favoritos, há uma parte do meu blog dedicada a eles, que frequentemente está atualizada, é só olhar em  http://www.chronicallyvintage.com/p/links.html

9 - Para você, o que significa ser vintage?

Boa pergunta! Eu não acho que ser "vintage" é algo que se aplica facilmente como um rótulo para todo mundo que tem uma paixão pelo passado. Para mim. ser vintage significa que você escolheu cercar-se  e adornar-se de elementos do passado. Eu estudo, escrevo sobre e agora vendo coisas das décadas passadas, fazendo na esperança de ajudar a preservar o passado e compartilhar meu conhecimento, amor e
história com o maior numero possível de pessoas ao redor do mundo.

10 - O que mais te inspira em geral?

Eu sempre fui uma pessoa criativa, apaixonada e dedicada, logo, eu tento achar inspiração em todos os lugares. Algumas das minhas grandes fontes de inspiração para o estilo vintage incluem fotografias do "mundo real" (pessoas comuns), revistas antigas, filmes antigos, museus, conversar com os idosos, internet, meus amigos adeptos da cultura vintage ao redor do mundo e viajar para lugares próximos ou distantes (de onde eu raramente volto para casa sem um tesouro vintage na mala).



Bom... É isso! Espero que vocês, assim como eu, amaram conhecer um pouco mais sobre essa vintage queen que dá um show de simpatia e amor pelo universo vintage!



  • Share:

Você pode gostar de:

3 comentários

  1. Boa Tarde Inajara!
    Meus Parabéns pela entrevista, eu gosto muito da Jéssica!
    Ela dá um show de originalidade e conhecimentos no Chronically Vintage. Eu sempre aprendo muito com ela e com você também. Fico feliz por ter encontrado pessoas maravilhosas como vocês e compartilhar de uma boa amizade e gostos em comum.
    Adorei a entrevista minha querida, foi muito bom conhecer um pouco mais sobre nossa amiga Jéssica, ela é um doce de pessoa. Um grande abraço para você, muitas felicidades!

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Ela é realmente bem estilosa. Com muita personalidade.

    ResponderExcluir
  3. Amei a entrevista. Fofa e inteligente, muito bom :)
    Costumo visitar o blog dela e acho maravilhoso-
    Beijinhos**

    ResponderExcluir