Pin up - "Sexy sem ser vulgar"

sábado, setembro 14, 2013

Acho que já perdi a conta de quantas vezes vi esta frase no universo facebookiano -"Sexy sem ser vulgar". E esta frase ultimamente está sendo associada a um estilo em especial - as Pin ups. Como sou daquelas
meninas que cresceu com aquela curiosidade aguçada além do normal, saí em uma busca no Google a procura do "o que é ser Pin up". Um termo utilizado em tão grande escala ultimamente só pode estar sendo distorcido. Uma desconfiança que se tornou certeza após entrar em uma ou duas páginas.

Minha primeira parada foi na Wikipédia. Nesta página o termo é definido como "uma modelo cujas imagens sensuais produzidas em grande escala exercem um forte atrativo na cultura pop. Destinadas à exibição informal, constituem-se num tipo leve de erotismo. As mulheres consideradas Pin-ups são geralmente modelos e atrizes, mas também se pode encontrar outros tipos de Pin Up's que são as mais comportadas, porém utilizam um pouco do erotismo da Pin-Up. Embora elas sejam realmente muito sensuais, temos a mistura do clássico romantismo."
Realmente este tema me intriga muito, pois, afinal de contas, o que define uma pin up? Será que tudo se baseia nas malfadadas roupas de bolinha, delineadores e batons chamativos? Que para ser uma delas terei de andar com corsetts, cinta-liga e franja "a la Betty Page"?
Duvido muito! A pin up, em minha modesta concepção, voltou a tona meio que em resposta aos apelos femininos (e masculinos também) por mulheres que saibam mesclar elegância e sensualidade, sem apelar para a vulgaridade. Há uma linha muito tênue entre sensualidade e vulgaridade, que há muito não vem sendo respeitada, e a Pin up fica bem no meio deste "fogo cruzado", quando bem entendido o conceito, o resultado é uma bela mulher. Outro problema que as Pin ups aparecem em oposição, como uma "contra-cultura", é esse culto a beleza super magra e sem curvas. Essa beleza seca, insossa já não agrada (se é que algum dia agradou) a maioria. As meninas estão redescobrindo em suas curvas a sua real beleza.
Exemplos de "Pin ups" de nossa mídia
Graças a algumas figuras como Katy Perry este estilo tem sido bombardeado na mídia, e logo reduzido a apenas um modo de vestir, se maquiar e tirar fotos. Um triste legado a milhares de mulheres que representam ou já representaram este título. O problema é que quando "ser Pin up" se resumiu a isso, apareceu logo uma chuva de garotas, montadas em suas saias de poá e batons vermelhíssimos, se comparando as belas musas do passado. A vulgaridade se sobrepôs a sensual elegância romântica da Pin up. A necessidade de vender extrapolou e  um grupo de garotas que simplesmente querem ser respeitadas pelos seu amor a um "jeito de ser" que é muito mais difícil que pensa de se atingir. Não é fácil ser ou entender uma Pin up, a sua essência... E por isso eu as respeito de todo o coração! 


Logo, depois de escrever até demais, cheguei as minhas conclusões

- Ser pin up não é mostrar sua lingerie, é saber brincar com suas roupas e dar a entender de o que há por baixo irá agradar
- Ser pin up é ser impecável no modo de agir, com elegância e "etiqueta", assim como o traçado de seu cat eye.
- Ser pin up é saber ser feminina e de personalidade!
- Ser pin up não é entrar em "modinhas", é saber que a essência da coisa vai além disso!

RESUMINDO, SEJA MAIS DITA VON TEESE!


  • Share:

Você pode gostar de:

1 comentários

  1. Nossa, você disse tudo!
    Já havia pensado neste assunto e você resumiu nesta frase " ser feminina e de personalidade"...
    As meninas que aderem de verdade sem modismo, tem sim personalidade. E o bom do modismo "comprado" de batons e olhos de gatinha é que passa e só que gosta permanece.

    Ah, conheci o blog hoje e adorei, parabéns!

    BJux, Jell
    www.urbanoeretro.com.br

    ResponderExcluir